PESQUISA

EDUCAÇÃO

GESTÃO DE FAUNA

CLIENTES

PARCEIROS

PROJETOS

TRABALHO VOLUNTÁRIO

ENDEREÇOS

CONTATO

POLÍTICAS PÚBLICAS

APAs MARINHAS

O Instituto Gremar – Pesquisa, Educação e Gestão de Fauna – integra o conselho gestor da (APAMLC) Área de Proteção Ambiental Marinha do Litoral Centro, no intuito de colaborar com a proteção da unidade de conservação de uso sustentável.

A (APA) Área de Proteção Ambiental é uma Unidade de Conservação de Uso Sustentável que complementam a proteção ao entorno de unidades de conservação, devido há magnitude que possuem  na cadeia produtiva marinha, foram selecionadas as mais importantes áreas de mangues ao longo da linha de costa, como os Parques Estaduais da Serra do Mar, de Ilha Anchieta, de Ilhabela, da Laje de Santos, Ilha do Cardoso, e federais, como as Estações Ecológicas Tupinambás e Tupiniquins, tendo como objetivo compatibilizar a conservação da natureza com o uso sustentável dos seus recursos naturais; valorizar as funções sociais, econômicas, culturais e ambientais das comunidades tradicionais da zona costeira, através de estímulos a alternativas adequadas ao seu uso sustentável; garantir a sustentabilidade do estoque pesqueiro em águas paulistas; e o uso ecologicamente correto e responsável do espaço marinho, especialmente das atividades turísticas.

A conexão entre as áreas protegidas da Mata Atlântica e as do oceano forma um contínuo de ecossistemas cujo tamanho é mais adequado para enfrentar os impactos como os das mudanças climáticas e da própria exploração econômica.

 

 

 

 

 

CONSELHO MUNICIPAL DE DEFESA DO MEIO AMBIENTE - COMDEMA

O Instituto Gremar – Pesquisa, Educação e Gestão de Fauna integra o conselho gestor do COMDEMA (Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente) dos municípios do Guarujá, Itanhaém, Peruíbe e São Vicente, com o objetivo de promover a discussão, análise e proposição das diretrizes das políticas públicas ambientais. No COMDEMA são discutidos os diferentes temas relacionados à gestão ambiental municipal, tais como: gestão de resíduos, gestão de recursos hídricos, arborização urbana, uso e ocupação do solo, poluição sonora, poluição visual, saneamento básico, etc. É formado por representantes da sociedade civil e do poder público constituindo-se como um espaço de participação e controle social na gestão das políticas públicas.

 

 

 

 

 

 

CONSELHO MUNICIPAL DE DEFESA DO MEIO AMBIENTE - COMDEMA

O Instituto Gremar – Pesquisa, Educação e Gestão de Fauna integra o conselho gestor do COMDEMA (Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente) dos municípios do Guarujá, Itanhaém, Peruíbe e São Vicente.

 

Considerado o mais importante instrumento de gestão ambiental local, visa conscientizar e sensibilizar os administradores e demais lideranças dos municípios da importância do planejamento, da preservação, do controle, da gestão, do monitoramento e avaliação dos assuntos relacionados ao meio ambiente local, habilitar e garantir a participação do município na execução da Política Estadual do Meio Ambiente, propiciar a integração das ações de conservação e uso sustentável do meio ambiente nos três níveis de governo: federal, estadual e municipal, assessorar o Chefe do Poder Executivo Local na gestão de meios técnicos e administrativos adequados à fiscalização de atividades de impacto local e o respectivo licenciamento ambiental, estabelecer normas, critérios e padrões relativos ao controle, recuperação e a manutenção da qualidade ambiental do município, respeitando-se a legislação federal e estadual pertinente e influenciar diretamente o dinâmico procedimento de revisão e atualização da legislação ambiental do município.

 

 

 

 




PARQUE ESTADUAL MARINHO DA LAJE DE SANTOS - PEMLS

O INSTITUTO GREMAR – PESQUISA, EDUCAÇÃO E GESTÃO DE FAUNA INTEGRA O CONSELHO GESTOR DO (PEMLS) PARQUE ESTADUAL MARINHO DA LAJE DE SANTOS, TAMBÉM SOB A PREMISSA DE ZELAR PELA PROTEÇÃO AO AMBIENTE MARINHO.

 

O Parque Estadual Marinho da Laje de Santos (PEMLS) foi criado em 27 de setembro de 1993, através do Decreto Estadual nº 37.537. O PEMLS é o primeiro parque marinho dentre as Unidades de Conservação do Estado de São Paulo e tem como objetivo a proteção do ambiente marinho.

 

O PEMLS tem sede e administração próprias, sendo subordinada ao Fundação Florestal, órgão da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo.

 

Em termos geográficos, o PEMLS pertence ao município de Santos e, conforme pode ser verificado na Carta Náutica nº 1711, está localizado a 164º e 16,8 milhas náuticas de seu ponto de referência náutica continental, o Farol da Ilha da Moela.

 

A Laje de Santos é o topo de uma montanha de granito, submersa na maior parte, localizada a 22 milhas náuticas da costa, aberto a visitação pública, desde de que cumpridas as devidas regras do PEMLS. Está na rota migratória das raias mantas gigante do litoral brasileiro, recebendo a visita sazonal desses gigantes marinhos nos meses de outono e inverno.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Site; www.lajeviva.org.br/parque/


REDE DE ENCALHE E INFORMAÇÕES DE MAMIFEROS AQUATICOS DO BRASIL - REMAB

O Instituo Gremar – Pesquisa, Educação e Gestão de Fauna é membro fundador da (REMAB) Rede de Encalhe e Informação de Mamíferos Aquáticos do Brasil. Sua finalidade é aperfeiçoar o monitoramento e atendimento a encalhes e capturas em artes de pesca, bem como o desenvolvimento da pesquisa e armazenamento de informações em banco de dado nacional sobre mamíferos aquáticos. Com isso, busca viabilizar o intercambio de informações entre as instituições que trabalham com mamíferos aquáticos no Brasil.

 

 

 

 

 

 

 

AGENDA 21

Instituto Gremar – Pesquisa, Educação e Gestão de Fauna faz parte do conselho da Agenda 21, onde ajuda a desenvolver o plano de ação formulado internacionalmente para ser adotado em escala global, nacional e localmente por organizações do sistema das Nações Unidas, pelos governos e pela sociedade civil, em todas as áreas em que a ação humana impacta o meio ambiente. Constitui a mais abrangente tentativa já realizada de orientação para um novo padrão de desenvolvimento no século 21, cujo alicerce é a sinergia da sustentabilidade ambiental, social e econômica, perpassando em todas as suas ações propostas. A Agenda enumera os objetivos a serem atingidos pelas sociedades para atingir a sustentabilidade. É um processo público e participativo que propõe o planejamento e a implementação de políticas para o desenvolvimento sustentável por meio da mobilização de cidadãos e cidadãs na formulação dessas políticas. Além disso, está previsto o compartilhamento dessas soluções pela sociedade, que deve analisar sua situação e definir prioridades em suas políticas públicas, sempre tendo em vista o tripé da sustentabilidade (ambiental econômica e social). Os governos têm a responsabilidade de facilitar a implementação deste processo que deve envolver toda a sociedade.









COMITÊ DE PROTEÇÃO E BEM-ESTAR ANIMAL E AMBIENTAL

Instituto Gremar – Pesquisa, Educação e Gestão de Fauna também faz parte do Comitê de Proteção e Bem-estar Animal e Ambiental tem como objetivo a conscientização sobre os direitos dos animais, apoiar as leis de proteção aos animais de todas as espécies, incentivar campanhas de adoção de animais domésticos de ONGs, canil e de protetores independentes, informar sobre utilidades relacionadas ao tema, executar e apoiar eventos que estejam a favor do bem-estar e proteção aos animais, integrar a comunidade na igreja e vice-versa com prestação de serviço social e público.

 

a apa DA SERRA GUARARU

A APA – Área de Proteção Ambiental é uma categoria de Unidade de Conservação Sustentável que permite atividades de interesse ambiental, turístico e paisagístico. A finalidade é ordenar a ocupação de uma área que ainda possui características naturais relevantes, como forma de minimizar os impactos ambientais e promover o desenvolvimento sustentável das comunidades e do turismo local.

 

O Instituto Gremar – Pesquisa, Educação e Gestão de Fauna faz parte da APA da Serra do Guararu, Rica em biodiversidade, a Serra do Guararu serve de abrigo para felinos, como a onça parda e a jaguatirica. A vegetação, rica em palmito juçara, funciona como ninhal para tucanos, pica-paus e gaviões de várias espécies. Foi concebida por meio do decreto 9.948/2012, assinado no dia 30 de junho de 2012, tem como objetivo proteger as diversidades biológicas, disciplinar o processo de ocupação e assegurar a sustentabilidade do uso de recursos naturais do local, compreende o maior conjunto de remanescentes da Mata Atlântica, mangues e restinga de Guarujá. Com aproximadamente 25,6km², foi delimitada baseada nas cartas planialtimétricas confeccionadas pelo Sistema Cartográfico Metropolitano da Baixada Santista (SCM-BS), da Agência Metropolitana da Baixada Santista (Agem). Vale ressaltar que a nossa base de reabilitação está localizada na estrada Guarujá - Bertioga, Km 13,5 - Guarujá – SP, incluindo-se em um cenário de belas paisagens visando o bem estar animal.

CONTATOS

(13) 3500-1469 - (13) 3395-7000 - (13)3426-8168 (base de itanhaém)

contato@gremar.org.br

ENDEREÇO

Estrada Guarujá-Bertioga,

Km 13,5 – Guarujá – SP.

PRONTIDÃO 24H

Caso você aviste um animal

encalhado ligue imediatamente para:

 (13) 99711-4120

redes sociais

 

Desenvolvido por MS CONTENT